terça-feira, 25 de março de 2014

Carl Sagan - Jornada nas Estrelas não Enfrenta os Fatos da Evolução.

Carl Sagan - Jornada nas Estrelas não Enfrenta os Fatos da Evolução.


Outras falhas são evidentes na programação de ficção científica na TV. Jornada nas Estrelas, por exemplo, apesar de seu charme e da forte perspectiva internacional e inter-espécies, ignora frequentemente os fatos científicos mais elementares. A ideia de que o sr. Spock seria o cruzamento de um ser humano e uma forma de vida que evoluiu independentemente no planeta Vulcano é muito menos provável em termos genéticos do que um cruzamento bem-sucedido entre um homem e uma alcachofra. Entretanto, a ideia abre um precedente na cultura popular para os híbridos extraterrestres/humanos que mais tarde se tornaram um elemento central nas histórias de sequestros por ETs. Deve haver dezenas de espécies alienígenas nos vários filmes e episódios da série de televisão Jornada nas Estrelas. Quase todos os que tomam algum tempo de nossa atenção são variantes secundárias de humanos. Isso é causado por uma necessidade econômica, pois o custo é apenas de um ator e uma máscara de látex, mas vai contra a natureza estocástica do processo evolutivo. Se houver alienígenas, acho que quase todos eles vão parecer muitíssimo menos humanos do que os Klingons e os Romulans (e estarão em níveis de tecnologia extremamente diferentes). Jornada nas Estrelas não enfrenta os fatos da evolução.

in SAGAN, C. O Mundo Assombrado pelos Demônios. São Paulo: Companhia das Letras, 1997, p.364.

Nenhum comentário:

Postar um comentário