quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Pablo Campana - Simak e a Cidade


Clifford D. Simak, o qual já foi chamado de o profeta do "Retorno à Terra", divide o mundo, no fim da sua CITY (Cidade), entre três espécies completamente incomunicáveis entre si e que, sucessoras do homem, ao qual já consideram como um ser imaginário, conservam, deformadas, as qualidades daquele: os cães encarnam o elemento emocional, a poesia e a religião; as formigas, o espírito de organização e o gregarismo. Os "robôs" simbolizam a vontade de domínio sobre a natureza: são os únicos que ainda constroem astronaves e máquinas, e aguardam a volta do homem para porem-se a seu serviço.

Pablo Campana, O Sentido da Ficção Científica, 1966.

Nenhum comentário:

Postar um comentário