sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Neandertal — Poema de Marijane Allen

Reconstrução de um grupo Neandertal
Johannes Krause, Neandertal group by Atelier Daynes, Paris, France. In: Museum of the Krapina Neanderthals, Krapina, Croatia.

NEANDERTAL

Marijane Allen

"Vejam que exemplar intrigante..."
Ao vê-lo, eu me pergunto o que aconteceu quando
os seus profetas não encontraram nenhum futuro previsível.

Eu me pergunto o que ele viu quando o esquecimento
o atingiu como os ventos gelados. Quê inferno
levou-o às cavernas de Dussel
para ali morrer, possuído de uma fome insaciável?

Que fome de amanhã poderia ter aquela raça
caminhando para a morte em uma estrada de aberrações?

Mancando desajeitadamente para a extinção
porque o Criador esqueceu algum detalhe
desconhecido para nós. "Intrigante exemplar..."

Raça sem futuro, me pergunto o que ela viu.

In Apeman, Spaceman. Ed. Leon E. Stover, Harry Harrison. Penguim Books, 1979.

Tradução: Herman Schmitz

Nenhum comentário:

Postar um comentário