quinta-feira, 19 de junho de 2014

Alienígenas na Ficção Científica em 4 Livros Básicos

Entendemos por alienígenas qualquer criatura viva, originária de fora do planeta Terra, e apesar das abdução e dos mais diversos graus de encontros, a ciência atual ainda não possui nenhum indício formal da existência de seres extraterrestres.
Já fazem muitos séculos que filósofos e pessoas de bom senso percebem o fato evidente de que, se essas estrelas todas houvessem sido acesas somente para abrilhantarem as nossas noites, certamente seria um desperdício divino.
Mas enquanto não nos chegam as evidências, nos resta imaginar esses habitantes e para nos auxiliar nesse percurso temos os livros de ficção científica.
Foi somente no final do século XIX, com o início do processo de globalização, surgidas do aperfeiçoamento da cartografia e do telescópio, é que se pensou na possibilidade real de haverem seres inteligentes habitando mundos como o nosso, e que esses seres poderiam nos alcançar algum dia desses.
O mapeamento rudimentar do planeta Marte que expôs os desenhos dos canais marcianos de forma intencionalmente parecidas com as nossas redes de rodovias e ferrovias, provocou nas mentes um conceito festivo de que o nosso planeta vizinho era tão habitado como o nosso.
E foi neste cenário que H. G. Wells escreveu "A Guerra dos Mundos".
Este é sem dúvida alguma o primeiro livro relevante a explorar o tema da invasão alienígena, no caso uma invasão marciana, na Terra. Seu sucesso foi aumentado grandemente após a transmissão radiofônica na rede CBS por Orson Wells e que provocou pânico nos Estados Unidos em 30 de outubro de 1938, por ser confundida com uma invasão real. Depois disso foram feitas várias versões pra o cinema, a mais próxima do livro é a de 1953, dirigida por Byron Haskin.
Com essa temática da invasão à Terra surgiram inúmeros livros, filmes e seriados para televisão, porém as invasões muito escandalosas logo deram lugar às invasões silenciosas e discretas, bem mais perigosas e dramáticas.
O Romance "Os Manipuladores" (The Puppet Masters) de 1951 é o primeiro a tratar o tema deste modo, no qual os alienígenas são uma espécie de estrelas-do-mar, com uma mente coletiva e que grudam-se nas pessoas e comandam-nas como se fossem marionetes. O romance foi adaptado para o cinema em 1994 (Sob o Domínio dos Aliens) dirigido por Stuart Orme e com Donad Sutherland no papel principal. O livro ainda é considerado bem superior ao filme.
Em 1955, Jack Finney, um autor quase desconhecido na época tanto quanto hoje, lança o livro "Os Invasores de Corpos" (The Body Snatchers), relatando uma invasão alienígena de uma espécie de esporos inteligentes que são absorvidos pelos humanos enquanto estão dormindo, causando-lhes uma letargia gradativa até se transformarem em uma espécie de vagem ou casulo, e depois que suas mentes são drenadas, elas são substituídas por cópias alienígenas destituídas de emoções, e o processo vai se repetindo na vizinhança. Uma história absorvente, escrita em uma época de grande preocupação com a invasão do comunismo no mundo, daí talvez o enorme sucesso da primeira versão para o cinema, lançada já no ano seguinte em 1956: "Invasion of the Body Snatchers" (Vampiros de Almas), dirigida por Don Siegel. O remake de 1978 dirigido por Philip Kaufman e por coincidência também com Donald Sutherland como protagonista, é bem superior nos efeitos e na dramaticidade, porém se distancia um pouco da história original.
"A Aldeia dos Malditos" (The Midwich Cuckoos, o livro foi renomeado depois do filme de 1960 para Village of the Damned) de 1957, é do inglês John Wyndham, escritor prolífico e bastante conhecido nos anos 40 e 50, dotado de um estilo que ele mesmo intitulou de "fantasia lógica", foi muito influenciado por H. G. Wells, e escreveu diversas histórias sobre alienígenas ou monstros, sempre ressaltando a inabilidade humana nesse contato. Este é o seu livro mais importante, especialmente depois da excelente versão de Wolf Rilla para o cinema em 1960.
A história começa com um desmaio coletivo na pequena cidade de Midwich no interior da Inglaterra, que deixou toda a população inconsciente por um breve período e logo todos voltam à normalidade. Passado alguns meses, todas as mulheres da cidade descobrem que estão grávidas e vão dando à luz estranhas crianças, com olhos brilhantes, fantásticos poderes extrassensoriais, e visivelmente agressivas com a humanidade, deixando bem claro as suas intenções de dominação alienígena. 
Esta história foi refilmada em 1995 (A Cidade dos Amaldiçoados) por John Carpenter, mas a versão de 1960 ainda é bastante superior tanto cinematograficamente como em relação à proximidade com a história original do livro.

Bom, esta é a primeira parte de uma série de resenhas sobre os livros mais importante com o tema do alienígena na ficção científica. Para quem desejar ler os originais e não encontra-los em papel, deixo também o link para a versão digital que encontrei na internet:

A Guerra dos Mundos: http://minhateca.com.br/Herman.Schmitz/Marcianos.Cinema/Temas/Aliens/H.+G.+Wells+-+A+Guerra+dos+Mundos,35220166.pdf

Amos de Títeres: http://minhateca.com.br/Herman.Schmitz/Marcianos.Cinema/Temas/Aliens/Robert+A.+Heinlein+-+Amos+de+t*c3*adteres,35219855.pdf

Os Invasores de Corpos: http://minhateca.com.br/Herman.Schmitz/Marcianos.Cinema/Temas/Aliens/Jack+Finney+-+Os+Invasores+de+Corpos,35220040.epub

Los Cuclillos de Midwich: http://minhateca.com.br/Herman.Schmitz/Marcianos.Cinema/Temas/Aliens/John+Wyndham+-+Los+Cuclillos+De+Midwich,35220006.pdf


Nenhum comentário:

Postar um comentário